Hoje, dia 12 de fevereiro, se comemora o Dia de Darwin. Charles Darwin nasceu neste dia em 1809, e foi um dos cientistas mais importantes da história. Naturalista inglês, ele revolucionou os conceitos sobre a evolução das espécies por meio da teoria da seleção natural.

 

Os princípios básicos das ideias de Darwin podem ser resumidos no seguinte modo:   

  • Os indivíduos de uma mesma espécie apresentam variações em todos os caracteres, não sendo portanto idênticos entre si.

  • Todo organismo tem grande capacidade de reprodução, produzindo muitos descendentes. Entretanto, apenas alguns dos descendentes chegam à idade adulta.

  • número de indivíduos de uma espécie é mantido mais ou menos constante ao longo das gerações.

  • Assim, há grande “luta” pela vida entre os descendentes, pois apesar de nascerem muitos indivíduos poucos atingem a maturalidade, o que mantém constante o número de indivíduos na espécie.

  • Na “luta” pela vida, organismos com variações favoráveis ás condições do ambiente onde vivem têm maiores chances de sobreviver, quando comparados aos organismos com variações menos favoráveis.

  • Os organismos com essas variações vantajosas têm maiores chances de deixar descendentes. Como há transmissão de caracteres de pais para filhos, estes apresentam essas variações vantajosas.

  • Assim, ao longo das gerações, a atuação da seleção natural sobre os indivíduos mantém ou melhora o grau de adaptação destes ao meio.

 

Em dezembro de 1831, aos 22 anos, Darwin zarpou a bordo do navio H.M.S. Beagle para realizar anotações, coletar e catalogar dados. Sua primeira parada, já em janeiro do próximo ano, foi na Ilha do Cabo Verde. Darwin tinha a função de ficar em terra, coletando material da flora e da fauna, espécies até então desconhecidas pelos europeus.

 Darwin no Brasil  

O H.M.S. Beagle teve uma consistente passagem pelo Brasil, vindo de Cabo Verde. Aqui ele passou por Fernando de Noronha e, em fevereiro, aportou em Salvador. Em abril, chegou ao Rio de Janeiro, onde Darwin permaneceu, enquanto seu navio retornava para Salvador para rever cálculos cartográficos. Ali realizou uma série de observações.

 

Acredita-se que a passagem Charles Darwin pelo Brasil pode ter sido muito mais importante para a Teoria da Evolução das Espécies do que se costuma imaginar.. Foi em solo brasileiro, há 185 anos, que ele se deparou pela primeira vez com a diversidade da floresta tropical e também se chocou com a escravidão – reforçando suas convicções abolicionistas de que todos os seres humanos compartilham a mesma linhagem sanguínea em razão da ancestralidade comum. 

Por um lado, Darwin ficou encantado com a nossa biodiversidade. A Mata Atlântica foi o bioma mais rico que ele conheceu. Por outro, ficou revoltado com a escravidão. Sua família lutava contra o comércio de escravos”, afirma o biólogo Nélio Bizzo, doutor em Educação pela Universidade de São Paulo (USP) e autor de Darwin – Do Telhado das Américas à Teoria da Evolução (2009). 

 

Os dois pontos, segundo especialistas, foram cruciais para a elaboração da revolucionária teoria que separou, pela primeira vez, a ciência da religião, lançada, em 1859, no livro A origem das espécies. 

 .

Fontes: TerraBBCUOL Educação e Só Biologia.

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *