Quando se pensa em organizar uma rotina de estudos, a primeira coisa que passa por nossa cabeça é criar um cronograma em forma de agenda, que delimita o intervalo de tempo de todas as tarefas inseridas nela.

Fonte: https://brasilescola.uol.com.br/educacao/como-montar-um-cronograma-estudos.htm

Entretanto, no método “tradicional”, as chances de você não conseguir cumprir o cronograma são muito grandes, já que nele você não prevê imprevistos, como um dia que você pode acordar doente ou precisa atender uma urgência.

Por exemplo: se você separou sua manhã de terça-feira para estudar anestesiologia, mas não conseguiu, e esse era o seu único horário para estudar a disciplina na semana, você pode remanejar todo o seu planejamento, gerando desorganização, já que os outros dias já estavam reservados, ou então, passaria a semana sem estudar anestesiologia.

Além da dificuldade em ser mantida, essa estratégia de organização é exaustiva, e em caso de imprevistos, o conteúdo fica atrasado. Fora isso, pequenos espaços de tempo são difíceis de serem aproveitados, impossibilitando você de fazer revisões das matérias já estudadas até então.

1 – Defina a quantidade de horas que o ciclo terá

Se você possui 10 horas semanais para estudar, com 6 matérias em sua grade, você deve alocar essas disciplinas dentro das 10 horas.

Lembre-se de que se trata de um ciclo, portanto, você não deve construir um novo assim que o ciclo é encerrado, e sim, repeti-lo do início.

Pode ser que, ao iniciar o processo, surja a necessidade de fazer alterações no cronograma. O ideal é que estas alterações sejam feitas poucas vezes durante o ano. Para aplicar as alterações, aguarde o encerramento do ciclo para então aplicá-las.

2 – Analise suas disciplinas

É necessário fazer uma revisão de todas as matérias, considerando a dificuldade e peso de cada disciplina para seu objetivo final. Com isso, defina quais disciplinas será necessário dedicar mais horas.

3 – Quantidade de tempo nas divisões do ciclo

Depois de definir as horas, dificuldade e peso, decida a quantidade de blocos (divisões) que será criada dentro do ciclo.

O ideal é que a separação de cada bloco tenha no mínimo 1h e não seja superior a 2h30, pois a partir desse período, nossa concentração tende a diminuir, impactando a produtividade.

Nessa altura já é possível perceber que o ciclo de estudos é algo muito pessoal, variando de acordo com as suas necessidades e o tempo que você tem/precisa para estudar. Portanto, é muito importante que você mesmo(a) construa o seu próprio.

4 – Defina as horas que cada bloco do ciclo terá

Após fazer a separação dos blocos, considere a dificuldade e peso de cada disciplina, para, a partir daí, definir a quantidade de horas que você dedicará para cada matéria.

Organize também a ordem das disciplinas. Como se trata de um ciclo baseado em horas, o mais importante é definir qual será a sequência a ser seguida entre os blocos de estudo.

Não existem dias específicos ou horários para estudar, o objetivo é apenas cumprir o cronograma semanal de horas do ciclo, seguindo a ordem de blocos no ciclo.

Se você preferir, também é possível organizar seu ciclo em outros formatos, como por exemplo, em uma tabela.

5 – Revise o seu ciclo

Revise toda a estrutura de seu ciclo e realize ajuste se for necessário.

Dica: alie seu ciclo de estudos com uma análise SWOT. Saiba mais.

Outras dicas importantes

1 – Fazer uma análise de rotina geral.

  • Clique aqui para ler um artigo sobre como uma análise rotina pode fazer a diferença em seus estudos.

2 – Estabelecer um local para estudar com as seguintes características:

  • ser o mais silencioso possível;
  • ter uma escrivaninha que proporcione conforto;
  • não oferecer distrações;
  • ter conexão com a internet (mas nada de redes sociais, ok?);
  • ter todos os materiais necessários;
  • ser bem iluminado e arejado

3 – Tentar manter regularidade em seus horários

  • É certo de que o ciclo de estudos permite ter maior flexibilidade quanto a horários, entretanto, se você possui um dia ou dois durante a semana livres e gostaria de aproveitar este tempo para estudar, tente manter esse período de estudos o mais regular possível.

4 – Ter alcance a todos os materiais necessários

5 – Minimize distrações, principalmente, seu telefone celular

6 – Cuidar de seu corpo.

  • Manter uma rotina de exercícios físicos é muito importante, mesmo que apenas algumas horas por semana. Esses momentos podem servir como uma válvula de escape, reduzindo seu estresse e aumentando sua produtividade nos estudos posteriormente.

7 – Fazer pausas

8 – Definir objetivos e metas claras

  • Ter um objetivo definido servirá de incentivo para você continuar. No decorrer deste processo, é normal termos momentos de frustração e pensamos se o que estamos fazendo realmente valerá a pena, nesses momentos, lembre-se do seu objetivo, independente de qual ele seja.

O objetivo principal do ciclo de estudos é otimizar sua performance nos estudos, de maneira menos cansativa e que você consiga aproveitar melhor o tempo. Que tal tentar criar um para você?

Acesse nosso blog e leia mais artigos da VeteduKa.

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *